quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Ódio Mensal: Punk Rock Originário de Rio Negrinho – SC

A cena Punk/HC brasileira emerge cada vez mais nomes, bandas como Manger Cadavre?, Charlotte Matou Um Cara, Ratas Rabiosas e Mau Sangue são exemplos de grupos que estão desenvolvendo um grande trabalho no cenário underground.



A catarinense Ódio Mensal surgiu em meados de 2012 e 2013 por três amigas, Aline (Baixo), Haney (Guitarra/Vocal) e Kioma (Bateria) que mantinham o intuito de reunir-se, juntar os gostos mútuos e desenvolver um projeto autoral.

As músicas possuem referências musicais dentro do próprio cenário, nomes como L7, Bulimia, Replicantes, Cólera, entre outros grupos.

A designação “Ódio Mensal” inicialmente se deu pelo motivo do grupo ter só mulheres na formação e remeter a TPM. Entretanto toda a ideia por trás da cognominação personifica, o cotidiano do trabalhador que frequentemente é explorado e tratado como escravo por suas atividades laborais excessivas, extremas e desigual.

No início de 2017 a banda lançou seu primeiro trabalho, denominado “Contra o Sistema”. O material foi produzido pela Marmota Records (Rio Negrinho) e conta com três canções, sendo elas, a homônima “Contra o Sistema”, “Leis Sujas” e “Prisioneiros da Fé”.



Em junho do mesmo ano, as músicas divulgaram o videoclipe da música “Prisioneiros da Fé” (3° faixa do disco). O clipe foi produzido por Rodrigo Scholze e traz em sua essência, a hipocrisia religiosa na sociedade. O mesmo angaria 2.600 visualizações no YouTube.



Em sua trajetória, a Ódio Mensal já passou por diversas cidades como Joinvile- SC, São Bento do Sul- SC, Blumenau- SC, Otacílio Costa- SC, São Paulo, na última onde tocaram no “A Beira do Caos” produzido pelo coletivo Maria Bonita, o qual consistia em benefício da coletânea em tributo ao Bulimia onde será lançado em 2018. Lá puderam dividir o palco com grandes nomes como Charlotte Matou Um Cara, Obstinée, MOITA e Naomi Rita. Além desse respectivo evento, o grupo perambulou outros grandes fests, com destaque pata o show juntamente com a Periferia S/A em Blumenau – SC.

Em relação à temática das composições, a banda enfatiza os problemas rotineiros que assola a camada mais pobre da sociedade, o preconceito estrutural, toda a cegueira, decadência política e hipocrisia que caminham e atravancam o desenvolvimento social.

Formação Atual:
Aline Pereira (Baixo e Vocal)
Kamilla Lin (Guitarra e Vocal)
Kioma Martins (Bateria e Vocal)

O grupo tem um recado:
“Agradecemos a todas as pessoas que nos apoiam e tiram um tempinho para a Ódio Mensal, quem nos acompanha sabe que nosso corre é verdadeiro em prol de estar passando nossa mensagem e mostrar que o faça você mesmo ainda existe, todos podemos nos expressar, seja na música, teatro, palestra, o que for, o importante é dar sua contribuição para a cena ter cada vez mais cultura, informação e interação social. Obrigada a todos os amigos que nos chamam para tocar em seus eventos, nos dão um espaço para estar mandando nosso som, estamos de pé pelos verdadeiros que caminham lado a lado com a gente, só temos a agradecer! ”

Plataformas Virtuais:
Instagram: @odiomensalband


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário