domingo, 24 de junho de 2018

True Believers: A história do HC criciumense documentada

O que pode-se imaginar ao pensar em um município de 200 mil habitantes? Economia? Uma cidade que se auto sustenta? Um centro regional?

Consequentemente esses são quesitos a ser devidamente notados. No entanto, a música tem suma importância para o desenvolvimento cultural de um determinado local. E a capital do carvão foi desde os meados dos anos 90, 2000 e até recentemente uma das que mais se destacam no cenário do hardcore brasileiro, sendo até mesmo mais importante que muitas capitais para a difusão do estilo.

É óbvio que isso tudo aconteceu de maneira gradativa, bandas como Impish Brain, No Direction, Piñacolada, NoWay, Puredin e Gridy foram surgindo para ingressar num determinado nicho musical que era composto nacionalmente por Nitrominds, Garage Fuzz, Street Bulldogs dentre outros nomes que mais tarde viriam a se apresentar em bares e pubs pela cidade.

Para isso se concretizar, uma galera (realmente) movida a um espírito punk e de revolta passou nos eventos de Skate, espalhados pela região carbonífera a divulgar seus respectivos sons e de forma coletiva a criar um cenário underground e independente que pudessem sustentar através de shows, gigs e fests movidos a muita cerveja, diversão e profissionalismo.

Em virtude disso, Celo Pereira registrou um pouco do que pôde acontecer nesses 20 anos de cenário e registrou em forma de documentário, vídeos, fotos, depoimentos, cartazes de shows, apresentações e tudo o que esteve ligado no HC de Cricúma. Assim o “True Believers” chega para expor um pouco da trajetória sul catarinense do estilo.



No doc, pode-se perceber uma qualidade audiovisual, foco e uma boa edição por parte da produção. Porém, o que mais se destaca é a forma que o material impulsiona-nos a entrar nesse mundo e nos tocar por cada depoimento proferido. Esse trabalho soube tratar de forma emocional, nostálgica e simples o cotidiano do histórico inicial dos dinossauros da música criciumense, era nítido a saudade dos mesmos em relação ao período e a sede por angariar mais prestígio e uma visão otimista do futuro do HC.

A divulgação do longa foi realizada no Bowl de Urussanga – SC em forma de evento que contou com a participação das bandas Piñacolada, O Mundo Analógico, No Way, N13, Skatula, Puredin, Ouvidoria... Reclame Aqui.

Sem mais delongas, confiram o documentário e divulguem para que cada vez mais pessoas possam conhecer a cena de nossa região, de nosso estado, do Brasil. E como disse o Sandro Trichês(nosso conterrâneo urussanguense) “Somos todos True Believers, Forever”.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário